Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

"Políticos estão à altura de encontrar um entendimento"

Os líderes de quatro dos maiores bancos portugueses foram ontem ao PSD transmitir o ponto de situação da banca a Pedro Passos Coelho, na semana em que é entregue o Orçamento do Estado.
14 de Outubro de 2010 às 01:30
Ricardo Salgado, presidente do BES
Ricardo Salgado, presidente do BES FOTO: Pedro Elias/Jornal de Negócios

Perante os sinais de veto por parte dos sociais-democratas, o ‘alarme’ terá soado entre os banqueiros. No final, Ricardo Salgado, presidente do Banco Espírito Santo, mostrou-se esperançado numa "plataforma de entendimento" entre os partidos para sair do impasse. Mais: "Acreditamos que os políticos estão à altura de encontrar um entendimento", sintetizou o banqueiro.

Acompanhado de Faria de Oliveira, presidente da Caixa Geral de Depósitos, Carlos Santos Ferreira , do Millennium BCP, e Fernando Ulrich, do BPI, Ricardo Salgado adiantou aos jornalistas que houve troca de impressões de parte a parte, "esclarecedoras". Ricardo Salgado assegurou ainda que "não houve pressão nenhuma", perante o facto de os quatro banqueiros terem marcado o encontro esta semana. Os banqueiros já tinham reunido com o primeiro-ministro socialista, José Sócrates.

O líder do PSD tem dado sinais de endurecer o discurso, num cenário de chumbo ao Orçamento do Estado, como o fez em Matosinhos. Contudo, alguns do s seus pares defendem que, apesar de as posições extremadas, a abstenção é a única via. A JSD pede chumbo ao Orçamento. A decisão final será tomada dia 19 de Outubro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)