Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Polónia prejudica empresas portuguesas

A Jerónimo Martins e o Banco Comercial Português (BCP) perderam ontem cerca de 400 milhões de euros de valor de mercado devido ao impacto que a crise financeira está a ter na Polónia, país onde o BCP tem uma forte presença, através do Millennium Bank, e de onde provém uma grande parte da receita da Jerónimo Martins, que possui a rede de supermercados polaca Biedronka.

18 de Fevereiro de 2009 às 00:30
A maior cadeia de retalho de desconto da Polónia, Biedronka, é detida pela Jerónimo Martins
A maior cadeia de retalho de desconto da Polónia, Biedronka, é detida pela Jerónimo Martins FOTO: D.R.

As acções das duas empresas cotadas afundaram ontem 6% pressionadas pela desvalorização acentuada do zloty, a moeda polaca. A divisa da Polónia tem estado em forte queda, tocando em mínimos dos últimos cinco anos. Metade de todos os empréstimos no sector privado na Polónia estão em moeda estrangeira. Com a desvalorização de 40% do zloty, os investidores têm medo de que as dívidas aumentem, devido ao facto de ser consideravelmente mais caro para os empresários usar o zloty para comprar a moeda estrangeira.

Com a crise instalada na Polónia, o BCP perdeu em Bolsa cerca de 243 milhões de euros, no dia em que anunciou os resultados, e a Jerónimo Martins, liderada por Luís Palha da Silva, desvalorizou em 163 milhões, mais exposta pelo facto de deter a maior cadeia de retalho de desconto.

O Bank of Millennium, controlado pelo BCP, já anunciou que – devido à situação na Polónia – iria cortar nos custos e que não vai pagar dividendos.

PORMENORES

ZLOTY

O governo polaco está a considerar vender euros no mercado, de forma a aliviar a descida do zloty. Um euro corresponde agora a 4,8691 zlotys.l

HUNGRIA

Não só na Polónia, mas em diversos países da Europa de Leste se tem notado uma desvalorização das moedas nacionais. O forint húngaro caiu para mínimos recorde

METAS

O Bank of Millennium, do BCP, definiu uma nova estratégia a médio prazo para se ajustar à realidade económica do país. A aposta passa pelas PME.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)