Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Portugal campeão a gastar em restaurantes

Os portugueses são os que mais gastam em cafés e restaurantes dentro do espaço europeu. Segundo os dados mais recentes do Eurostat, o consumo dos portugueses em restaurantes, cafés e similares equivale a 9,6 por cento do rendimento familiar quando a média europeia é de apenas 3,9 do orçamento.
20 de Junho de 2008 às 00:30
Ao contrário dos portugueses, que gastam 9,6% do orçamento em comer fora, os romenos gastam 0,5%
Ao contrário dos portugueses, que gastam 9,6% do orçamento em comer fora, os romenos gastam 0,5% FOTO: direitos reservados

Os dados do Gabinete de Estatísticas da União Europeia, que se referem a 2005, mostramainda que a despesa combinada relativa aos restaurantes e hotéis chega aos dez por cento, muito acima da média dos restantes cidadãos da União Europeia, que gastam, por norma, 5,3 do orçamento familiar nestes sectores.

Para o secretário-geral da Restauração e Similares de Portugal (ARESP), Manuel Esteves, os números justificam-se "pelos hábitos dosportugueses e a qualidade do serviço". Mas o responsável da ARESP refere que actualmente no contexto de crise a restauração tradicional tem tido quedas acentuadas. "Há um fluxo para a restauração dita de pequenos snacks, fruto da especulação dos preços na alimentação". Mesmo assim, Manuel Esteves prefere realçar o conforto que os restaurantes portugueses oferecem.

Os espanhóis são os que se seguem no que diz respeito em ir comer fora. Segundo a União Europeia, a população espanhola gasta 8,3 por cento do dinheiro disponível para gozar uma refeição num restaurantes ou café. Os que menos gastam nas saídas para almoço ou jantar são os romenos, dispensando menos de um por cento do orçamento.

PORMENORES

PREÇO

Segundo dados da associação do sector, os pratos de carne mais baratos passaram de oito para 10,90 euros entre Fevereiro de 2007 e o presente mês.

REFEIÇÕES

O custo de uma refeição subiu 3,4 por cento, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, entre Fevereiro de 2007 e de 2008.

CAFÉS

Nas pastelarias os produtos que mais aumentaram foram os cafés e as sandes de fiambre.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)