Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Portugueses gostam de OPA

Os portugueses estão a gostar da animação provocada pelas diversas ofertas públicas de aquisição (OPA) que estão a animar o mercado de capitais.
23 de Março de 2006 às 00:00
De acordo com uma sondagem realizada pela Aximage para o Correio da Manhã, 45,4 por cento dos inquiridos consideram que a OPA da Sonae sobre a PT e a do BCP sobre o BPI são “uma coisa boa” para a economia, contra 16 por cento, que consideram que esses movimentos são prejudiciais. Mais, quando se pergunta se estes movimentos são um sinal de retoma da confiança dos empresários na economia portuguesa, a maioria (54 por cento) responde afirmativamente, contra 21,9 por cento.
Em relação ao impacto das OPA nos serviços prestados, 35,4 por cento dos portugueses consideram que se as operações tiverem sucesso os clientes ficarão mais bem servidos do que estão agora. Para 17,9 por cento, o êxito das operações de concentração vai fazer com que o serviço prestado seja pior do que é agora.
Como resposta espontânea 3,8 por cento dos inquiridos dizem que o serviço será melhor no caso de a Sonae ganhar e pior no caso de o BCP ser vencedor.
FICHA TÉCNICA
OBJECTIVO Impacto das OPA na retoma da confiança e nos serviços prestados.
UNIVERSO Indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em lares com telefone fixo.
AMOSTRA Aleatória estratificada por região, sexo, idade, actividade, instrução e voto legislativo, polietápica e representativa do universo, com 502 entrevistas telefónicas (264 a mulheres).
COMPOSIÇÃO Proporcional pela variável estratificação.
RESPOSTAS Taxa de resposta de 80,1 por cento. Desvio padrão máximo de 0,022.
REALIZAÇÃO 17 a 18 e 20 de Março, para o Correio da Manhã, pela Aximage, com a direcção técnica de Jorge Sá e Luís Reto.
Ver comentários