Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Portugueses poupam mais

Os depósitos de particulares cresceram em Outubro ao ritmo mais elevado desde Julho de 1993, enquanto que o crédito abrandou para a taxa mais baixa em mais de cinco anos.
23 de Dezembro de 2008 às 15:25
Portugueses poupam mais
Portugueses poupam mais FOTO: D.R.

Segundo o boletim estatístico de Dezembro do Banco de Portugal, divulgado esta terça-feira, no final de Outubro os depósitos de particulares totalizavam 111,9 mil milhões, mais 14,5 por cento do que em igual mês do ano anterior. Os portugueses investiram mais 14 mil milhões do que em Outubro de 2007 e mais dois mil milhões do que em Setembro deste ano.

Os portugueses continuam a aumentar o endividamento, apesar de o crédito crescer a ritmos cada vez mais baixos.

O crédito concedido a particulares aumentou em Outubro 0,6 por cento, relativamente a igual mês do ano anterior, abaixo do ritmo de 6,7 por cento de Setembro e ao nível mais baixo desde Agosto de 2004.

A taxa de crescimento do crédito a particulares baixou para quase  metade desde o início do ano.

No crédito ao consumo registou-se igualmente um abrandamento, com o crescimento a passar de 23,8 por cento para 21,8 por cento de Setembro para Outubro.

O crédito mal-parado cresceu 0,6 por cento em Outubro, menos 0,7 pontos percentuais do que no mês anterior, mas o peso no crédito total manteve-se nos 2,2 por cento, contra os 1,8 por cento registados em Outubro de 2007.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)