Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Portugueses sem trabalho vigiam floresta

As entidades estatais vão contratar mil desempregados para ajudar a prevenir incêndios nas florestas e para acções de limpeza.
17 de Junho de 2010 às 00:30
Desempregados ajudam
Desempregados ajudam FOTO: Luís Duarte

O protocolo foi ontem assinado entre os ministérios do Trabalho, Administração Interna e Agricultura e prevê o pagamento de 20 por cento acima da prestação social de que beneficiam, como o subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego ou rendimento social de inserção. Também é pago um subsídio de alimentação e de transporte.

Qualquer desempregado poderá voluntariar-se no centro de emprego, sendo que as entidades empregadoras serão exclusivamente estatais, como Autoridade Nacional de Protecção Civil ou autarquias, por exemplo. Para o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, esta acção tem um duplo objectivo: voltar a colocar pessoas no mercado de trabalho e vigiar as florestas em época de incêndios.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)