Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Portugueses viajam mais para o estrangeiro

‘Efeito Páscoa’ ajudou a aumentar para 828 mil o número de viagens para fora do País.
Wilson Ledo 26 de Outubro de 2019 às 10:48
Tendência do número de viagens tem sido de crescimento ao longo dos primeiros seis meses deste ano
TAP será a única a fazer esta rota
Tendência do número de viagens tem sido de crescimento ao longo dos primeiros seis meses deste ano
TAP será a única a fazer esta rota
Tendência do número de viagens tem sido de crescimento ao longo dos primeiros seis meses deste ano
TAP será a única a fazer esta rota
Os portugueses estão a viajar mais para o estrangeiro. Entre abril e junho, realizaram-se 828 mil viagens para fora do País, o que representa uma subida de 33% face ao mesmo período do ano passado. Os números foram revelados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

"Este resultado poderá estar influenciado pelo desfasamento do calendário do período da Páscoa, que este ano ocorreu em meados de abril, enquanto no ano anterior teve influência repartida entre março e abril", indica o gabinete de estatísticas. No período analisado, inclui-se também o mês de junho, com vários feriados nacionais e municipais.

Segundo o INE, dentro e fora de fronteiras os portugueses fizeram 5,6 milhões de viagens no segundo trimestre, num aumento de 18%. Em cada 100 deslocações, 85 tiveram lugar dentro do território nacional. Férias e lazer são o principal motivo para viajar, justificando cerca de metade do total. Seguem-se as visitas a familiares (38%) e ainda as viagens de negócios (9%).

Os dados do segundo trimestre confirmam uma tendência de subida nas deslocações dos portugueses durante o ano 2019. Outros dados publicados pelo INE mostravam que, entre janeiro e março, foram realizadas 4,7 milhões de viagens, uma subida homóloga de 4,4%.

Ryanair fecha rota entre Lisboa e Porto
A companhia aérea Ryanair deixou esta sexta-feira de operar a rota Lisboa-Porto. A decisão foi anunciada em meados de setembro, com a empresa a justificar esta opção com "razões comerciais".

A transportadora de baixo custo já tinha alegado que a ligação entre as duas maiores cidades do País também podia ser feita por comboio e autocarro. Com a saída, a portuguesa TAP passa a ser a única companhia aérea a operar esta rota doméstica.

Menos tempo passado fora
Apesar de estarem a viajar mais, os portugueses ficam menos tempo fora de casa. No segundo trimestre, mostra o INE, a estada média foi de 4,11 noites, o que representa uma quebra de 11% face ao mesmo período do ano passado.

SAIBA MAIS
31,5%
Os hotéis são a escolha para 31,5% das dormidas dos portugueses fora de casa. O alojamento em casa de familiares continua a ser a opção favorita.

Uso de Internet
Os portugueses recorrem à internet para organizar uma em cada quatro viagens. Essa ferramenta tem maior destaque ao preparar as idas ao estrangeiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)