Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

POUPANÇAS NO ESTRANGEIRO

O presidente da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) diz que os fundos de investimento estão a canalizar a poupança dos portugueses para o estrangeiro.
4 de Julho de 2002 às 21:25
“Em 1998, os activos transaccionados no mercado português representavam 60 por cento das carteiras dos fundos de investimento. Em Maio de 2002 essa percentagem foi de 10 por cento”. Teixeira dos Santos chamou a atenção para a deslocalização dos centros de decisão dos fundos e as consequências nas suas estratégias de investimento.

O presidente da CMVM disse que existe poupança do lado dos investidores, “o que é necessário é que existam emitentes”. Nos últimos três anos só existiram três emissões, com as grandes emissões de dívidas a serem realizadas no estrangeiro.

“O mercado de obrigações está asfixiado”, disse aquele responsável, adiantando que é preciso “baixar os custos de acesso ao mercado” e tomar medidas (fiscais e não só) que potenciem a retoma e devolvam a confiança ao mercado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)