Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

PREÇO DO BRENT SEGUE EM ALTA

O preço do barril de Brent atingiu, esta sexta-feira, os 32 dólares, uma subida que sucede as declarações do presidente norte-americamo, George W. Bush, sobre a eminência de uma guerra contra o Iraque, e que está a preocupar o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Wim Duinsenberg.
7 de Fevereiro de 2003 às 15:13
Às 11h00 desta manhã, o preço do barril de Brent para entrega em Março, no Mercado Internacional de Petróleo de Londres, seguia a valer 31,93 dólares. No mercado novaiorquino, o preço do barril bruto, para entrega em Março, fechou a sessão de quinta-feira a valer 34,16 dólares. Trata-se da subida mais elevada registada desde Dezembro de 2000.

Na origem da subida dos preços está o discurso de Bush, a favor de uma intervenção militar no Iraque, salientando o facto de que este acto está para breve. Paralelamente, Washington e Londres anunciaram o reforço do dispositivo militar na região do Golfo.

Na sequência a instabilidade que marca o mercado do petróleo, Wim Duinsenberg referiu que a subida do preço do crude pode ter um impacto negativo no emprego na zona euro, e na actividade económica mundial. O presidente do BCE salientou que a actual volatilidade deste mercado pode pesar sobre a confiança do consumidor.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)