Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

PREÇOS DO PETRÓLEO DISPARAM

Os preços do petróleo subiram esta sexta-feira depois do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, lançar um aviso ao Iraque de que este enfrentaria “severas consequências” caso não cumpra a nova resolução das Nações Unidas (ONU) que prevêem o desarmamento daquele país.
8 de Novembro de 2002 às 18:15
Depois de uma semana de grandes vendas, o petróleo de Brent aumentou para os 23.60 dólares por barril, durante a sessão desta tarde, segundo o índice de trocas internacional de Londres. Nos últimos cinco meses o valor deste produto por barril situou-se nos 23.25 dólares.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou hoje, por unanimidade, uma resolução anglo-americana que dá ao Iraque uma última oportunidade para eliminar todo o seu armamento de destruição massiva. Em declarações à imprensa após conhecidos os resultados da votação, George W. Bush afirmou que a cooperação no cumprimento desta resolução por parte de Bagdad deve ser “incondicional”, caso contrário, o Iraque “vai enfrentar as consequências mais severas”.

Ainda assim, os preços do petróleo continuam relativamente fracos, devido a dúvidas sobre a capacidade da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) de controlar as reservas existentes.
Ver comentários