Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Privatizar CTT a partir de 2012

O presidente dos CTT – Correios de Portugal, Estanislau Costa, disse que a privatização da empresa, a concretizar-se, acontecerá em 2012 ou 2013. "Faz parte do programa os CTT poderem ter uma abertura de capital que, como sabemos, já não será feita este ano", disse em entrevista à Lusa Estanislau Costa.
10 de Outubro de 2010 às 00:30
Presidente dos CTT, Estanislau Costa, recorda que liberalização do sector está programada para 2011
Presidente dos CTT, Estanislau Costa, recorda que liberalização do sector está programada para 2011 FOTO: Diogo Pinto

O presidente dos CTT afirmou que, "provavelmente, a partir de 2011, depois da abertura do mercado (devido à liberalização do sector postal), passarão a ser estudados eventuais contornos da operação (de privatização), que, a concretizar-se, será em 2012 ou 2013".

A privatização dos CTT está prevista no Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC).

Entretanto, e no que diz respeito ao plano de limitações no sector público, Estanislau Costa sublinhou a necessidade de "contrabalançar" a redução dos gastos impostos pelas medidas de austeridade do Governo com a manutenção de um "elevado nível de qualidade" do serviço prestado pela empresa.

Em termos gerais, o presidente dos CTT defende que as medidas de austeridade, anunciadas recentemente pelo Governo, "devem ser vistas como uma oportunidade de corrigir situações do passado que nos projectem para um futuro mais risonho".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)