Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

PROCESSO DE RECUPERAÇÃO É DECISIVO

A empresa de lanifícios Nova Penteação, da Covilhã, vai recorrer ao Processo Especial de Recuperação de Empresas, previsto na lei, para tentar alcançar a viabilização, anunciou a administração.
29 de Dezembro de 2002 às 00:00
O pedido de recurso ao Decreto-Lei 132/93, entregue no Tribunal da Covilhã, é apontado pelos administradores, Artur Rosa Lã e António Aguilar, como "a única solução" para manter a empresa a laborar.

Caso o despacho judicial seja favorável, será nomeado um administrador judicial, responsável pelo levantamento da situação patrimonial e das dívidas da Nova Penteação.

No prazo de oito meses, com base na informação recolhida, terá de ser apresentada à Assembleia de Credores uma proposta de recuperação da empresa.
Entretanto, os trabalhadores esperam que seja apresentado até 3 de Janeiro o plano de pagamento dos 50 por cento do subsídio de Natal que estão por entregar, bem como dos salários de Dezembro.

A histórica empresa, que emprega 600 trabalhadores, detém uma das principais fábricas de lanifícios do País e exporta 80 por cento da sua produção.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)