Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Produção automóvel cai 10,6% com paragem de produção da Autoeuropa

Fabrico foi suspenso durante durante três semanas em agosto.
14 de Setembro de 2018 às 16:01
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
Autoeuropa
A fábrica da Autoeuropa, em Palmela, suspendeu o fabrico durante três semanas em agosto, mais uma do que inicialmente previsto, devido às novas regras de medição do consumo e das emissões poluentes. Esta interrupção acabou por levar a produção automóvel em Portugal a recuar durante o mês passado, o que não acontecia há mais de um ano. 

"Em agosto foram produzidos em Portugal 7.694 veículos automóveis ligeiros e pesados, tendo-se verificado uma queda de 10,6%. Observou-se uma quebra em todos os mercados", de acordo com dados disponibilizados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

A esmagadora maioria (90,2%) das exportações de automóveis tem como destino a Europa, com a Alemanha a ser o mercado principal (21%). Segue-se depois França, Itália e Espanha. "Em termos de grandes regiões, o mercado asiático, liderado pela China (3,5%), mantém o segundo lugar nas exportações de automóveis fabricados em Portugal", refere a associação. 

Esta queda da produção contraria a tendência registada no último ano, com a última descida a ser registada em julho do ano passado. Para o aumento do fabrico tem sido fundamental o papel da Autoeuropa, onde está a ser fabricado o T-Roc. A produção deste modelo começou em agosto de 2017, tendo sido reforçada em abril para dois veículos por hora, o que tem impulsionado os dados da produção automóvel em Portugal.

Era já esperado um desempenho negativo da produção em Agosto, depois de a fábrica da Autoeuropa, em Palmela, ter dito que iria suspender a laboração por três semanas nesse mês. Em causa está a norma Worldwide harmonized Light Vehicles Test Procedures (WLTP), que mede os consumos e emissões poluentes de forma mais fiável. Estas novas regras poderão vir a reflectir-se no preço dos automóveis, uma vez que poderá afectar a componente da tabela fiscal do imposto sobre veículos (ISV) que incide sobre a cilindrada e emissões de dióxido de carbono (CO2).  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)