Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Produção na Zona Euro cai pelo 3º mês consecutivo

A produção industrial na Zona Euro sofreu uma contracção pelo terceiro mês consecutivo, em Outubro, dando sinais que a economia dos 17 países poderá estar a caminhar para uma recessão, noticia a ‘Bloomberg’.

2 de Novembro de 2011 às 12:25
Economia europeia demonstra sinais de uma recessão profunda, fortemente penalizada pela crise da dívida soberana que diminuiu a confiança, quer dos consumidores, quer das empresas
Economia europeia demonstra sinais de uma recessão profunda, fortemente penalizada pela crise da dívida soberana que diminuiu a confiança, quer dos consumidores, quer das empresas FOTO: Vítor Mota

De acordo com um indicador da London-based Markit Economics, que mede o índice de produção, as compras nos 17 países da área do euro caíram para 47,1 pontos em Outubro, face aos 48,5 verificados em Setembro, um valor abaixo do estimado pelos analistas que apontavam para 47,3.  

Este indicador remete para uma contracção da economia quando os valores se situam abaixo de 50.  

A economia europeia demonstra sinais de uma recessão profunda, fortemente penalizada pela crise da dívida soberana que diminuiu a confiança, quer dos consumidores, quer das empresas.  

Na segunda-feira, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) reviu em baixa as previsões de crescimento económico para a zona euro no próximo ano, de dois por cento para 0,3 por cento.  

A dias do começo da reunião do grupo das 20 maiores economias do Mundo, em Cannes, França, a OCDE efectuou um corte acentuado nas previsões que tinha realizado em maio para a Zona Euro, segundo as quais a região iria crescer dois por cento em 2011 e o mesmo valor em 2012, passando agora a prever um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,6 por cento para este ano e de 0,3 para o ano seguinte.  

Em 2013, a OCDE coloca a zona euro a crescer 1,5 por cento, duas décimas abaixo dos valores registados na região da moeda única em 2010.  

No total dos G20, a OCDE prevê um crescimento de 1,5 por cento este ano e no seguinte, com a retoma a fazer-se sentir em 2013, com um aumento de 2,2 por cento.  

zona euro produção recessão crise
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)