Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

PSD pede esclarecimentos sobre Qimonda

O grupo parlamentar do PSD vai apresentar esta semana na Assembleia da República um requerimento para que o Governo explique "os contratos de investimento que celebrou com a Qimonda".
18 de Maio de 2009 às 17:11
PSD pede esclarecimentos sobre Qimonda
PSD pede esclarecimentos sobre Qimonda FOTO: Sónia Caldas

Para o deputado social-democrata Miguel Santos, 'há muitas confusões no ar e alguém terá que prestar alguns esclarecimentos políticos sobre a utilização dos bens públicos'.

Em causa estão dois contratos de investimento, de 70 e 100 milhões de euros, respectivamente, celebrados em sessão pública com a presença do Primeiro-ministro, José Sócrates.

O primeiro foi estabelecido em 2007 com o objectivo de desenvolver as novas tecnologias da unidade de Vila do Conde. Apesar da ajuda do Estado português, o deputado do PSD denunciou que 'simultaneamente à celebração do contrato, a Qimonda estava a deslocalizar parte da produção de módulos e a proceder ao despedimento de 120 trabalhadores'.

Um ano depois, o Governo português estabeleceu novo contrato de investimento, desta feita no valor de 100 milhões de euros, para o desenvolvimento de tecnologias e construção de uma unidade de painéis solares. Segundo Miguel Santos, esta unidade, 'que supostamente deverá entrar em laboração em Setembro deste ano, não se encontra em desenvolvimento suficiente'.

A somar aos contratos de investimento, o deputado social-democrata afirmou estar 'preocupado' com o anúncio o Governo, feito em Dezembro,, no sentido de conceder uma linha de crédito de 100 milhões de euros para viabilizar a unidade de Vila do Conde da Qimonda. É que por esta altura, denunciou Miguel Santos, 'a Qimonda Portugal transferiu para a casa-mãe, na Alemanha, 150 milhões de euros dos lucros obtidos'.

Para o PSD, o Governo tem tido 'um papel inactivo' no processo de viabilização da Qimonda e só tem intervindo com 'umas reacções'. Miguel Santos defende que, 'havendo investidores interessados, a Qimonda Portugal deve ser parte dessa solução e devem ser salvaguardadas as garantias necessárias para que continue a trabalhar e não venha a ser encerrada'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)