Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

PT e EDP Renováveis impulsionam PSI-20

O PSI-20, principal índice da bolsa nacional, encerrou a sessão desta segunda-feira a registar um ganho de 0,43 por cento para os 7.106,22 pontos, impulsionado pela PT e pela EDP Renováveis.
5 de Julho de 2010 às 18:35
PT e EDP Renováveis impulsionam PSI-20
PT e EDP Renováveis impulsionam PSI-20 FOTO: d.r.

Dos 20 títulos que compõem o PSI-20, oito fecharam no vermelho e um manteve-se inalterado, face à cotação da véspera.  

A Portugal Telecom foi a cotada que mais contribuiu para a subida do índice de referência português, ao ganhar 1,19 por cento para 8,5 euros, ainda na 'ressaca' da oferta da Telefónica pela fatia detida pela operadora portuguesa na Vivo, chumbada pelo Governo português.  

Porém, a maior valorização do dia foi da EDP Renováveis, que beneficiou da alteração na regulação dos preços das energias renováveis em Espanha, anunciada esta segunda-feira, e que é encarada pelos analistas como positiva para a empresa portuguesa. A empresa energética participada da EDP valorizou 4,29 por cento para os 5 euros. 

A Brisa, a Jerónimo Martins e a Semapa também cresceram mais de 1 por cento, para 1,419 euros, 1,354 euros e 7,256 euros, respectivamente.  

Do lado das quedas, a Sonaecom apresentou a maior descida, ao perder 1,4 por cento para 1,389 euros, sendo seguida pela Galp Energia, que baixou 0,7 por cento para 12,34 euros.  

O sector bancário ficou marcado pelas perdas, ainda que ligeiras, com o BPI a recuar 0,6 por cento para 1,512 euros, o BES a cair 0,4 por cento para 3,267  uros e o BCP a deslizar 0,3 por cento para 0,609 euros.  

Lá fora, apenas a praça de Madrid acompanhou a bolsa portuguesa em terreno positivo, ganhando 0,33 por cento, ao passo que nos restantes mercados de referência as perdas variaram entre os 0,30 por cento e os 0,48 por cento. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)