Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
9

Qimonda vai a debate no Parlamento

O Parlamento Regional da Saxónia debate amanhã, em sessão extraordinária, em Dresden, a situação da Qimonda. Esta debate acontece após ter sido confirmado o interesse de uma empresa estatal chinesa em adquirir uma quota de quase 50 por cento na empresa.
18 de Março de 2009 às 20:22

A sessão do parlamento da Saxónia foi requerida pela oposição, Partido  de Esquerda e Verdes, para pedir contas ao governo democrata-cristão e  social-democrata sobre as diligências feitas para impedir o encerramento  da Qimonda, que emprega quase três mil trabalhadores na sua principal fábrica.  

A oposição exige que o Governo exponha ao pormenor os  contactos realizados com a Comissão Europeia, o governo alemão federal e  o gestor da falência, e advoga uma participação directa ou indirecta da  Saxónia no capital da Qimonda, para garantir os postos de trabalho em Dresden. 

O Sindicato dos Metalúrgicos e a Comissão de Trabalhadores da Qimonda  convocaram também para quinta-feira uma manifestação e um comício diante  do Parlamento Regional. O sindicato pretende com este protesto exigir a manutenção dos empregos na Qimonda  e uma decisão rápida do ministro-presidente da Saxónia, Stanislav Tillich. 

É o terceiro protesto dos trabalhadores da fábrica-mãe em Dresden, em  menos de dois meses.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)