Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
3

Quebra de 2,1% nas vendas de Vinho do Porto

As vendas de Vinho do Porto registaram uma quebra de 2,1 por cento em volume e 1,5 por cento em valor nos dez primeiros meses do ano, totalizando 298 milhões de euros. Em contrapartida, as categorias especiais registaram uma subida de 2,3 por cento em volume e de 1,9 em valor, com as vendas a atingirem os 105 milhões de euros.
17 de Dezembro de 2006 às 00:00
George Sandeman quer combater o ‘port’ chinês
George Sandeman quer combater o ‘port’ chinês FOTO: d.r.
Estes valores, divulgados pela Associação das Empresas do Vinho do Porto (AEVP), confirmam que o sector do Vinho do Porto se encontra numa situação “sensível”, que importa inverter, apostando na divulgação além-fronteiras.
O sector do Vinho do Porto quer liderar um plano de promoção das ‘Denominações de Origem de Prestígio’, para o qual contará com o apoio do Champanhe, Jerez, Bordéus, Madeira, Marsala (Itália) e ainda Tokay (Hungria).
“Temos de defender interesses comuns e deve ser o Vinho do Porto a liderar o projecto que pretendemos fixar nos Estados Unidos, Austrália e até na China, para ali combater o ‘Port’ chinês”, disse George Sandeman.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)