Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Queda de 66,5% nas casas novas

A crise na sector da construção agravou-se este ano, em especial no Sul do País. Segundo a Associação de Empresas de Construção, Obras Públicas e Serviços (AECOPS), o Algarve é a região de Portugal mais afectada, registando uma grande quebra em novos fogos habitacionais, bem como na adjudicação de obras públicas.
30 de Maio de 2011 às 00:30
Cerca de 29% dos desempregados da região provêm da construção
Cerca de 29% dos desempregados da região provêm da construção FOTO: Rui Pando Gomes

De acordo com a última análise de conjuntura regional feita pela AECOPS, nos dois primeiros meses deste ano houve uma redução de 66,5% no número de fogos novos licenciados, em comparação com o período homólogo do ano passado. Um valor que é muito superior à diminuição registada no resto do País, que se ficou por uma descida de 24,4%.

No que se refere às obras públicas, o Algarve também viu o número de adjudicações cair (62,5%) entre Janeiro e Abril deste ano, quando neste sector, a nível nacional, até houve um aumento significativo de adjudicações (37,3%).

Já em relação ao valor total das adjudicações, mais uma vez a região algarvia sofreu uma quebra, de 20,4%, enquanto no resto do País houve uma subida de 98%.

A AECOPS chama a atenção para a difícil situação económica do País, que conduz a "uma dúvida razoável sobre a exequibilidade de muitos projectos lançados a concurso, e mesmo sobre uma parcela significativa dos já adjudicados" no sector das obras públicas.

A profunda crise em que se encontra a construção no Algarve leva a que o número de empresas com alvará também tenha registado uma diminuição. Nos primeiros cinco meses deste ano, houve uma redução de 7,3%.

Refira-se ainda que, do número total de desempregados que foram registados na região algarvia (que ultrapassa as 25 mil pessoas), cerca de 29% são oriundos precisamente do sector da construção. Uma percentagem muito superior à da média nacional, que é de 14%.

CRISE CONSTRUÇÃO ALGARVE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)