Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

“Ratings são como os chapéus, há muitos”

O presidente do Millennium BCP, Carlos Santos Ferreira, desvalorizou esta quarta-feira a revisão em baixa dos 'ratings' dos bancos, na sequência do corte do 'rating' de Portugal."Os ratings são como os chapéus, há muitos", disse na apresentação de resultados do primeiro trimestre da instituição, que recuou 10% para os 96 milhões de euros.
28 de Abril de 2010 às 17:56
Carlos Santos Ferreira
Carlos Santos Ferreira FOTO: Manuel Almeida/Lusa

"Temos ratings para todos os gostos. Na Standard & Poor's temos um rating mais baixo que os outros bancos privados portugueses. Na Moody's  temos igual ao BPI e na Fitch igual ao BPI, BES e CGD", afirmou Santos Ferreira.
 
"Não é um facto que nos preocupe muito. Metade das nossas necessidades de financiamento de médio e longo prazo foram antecipadas em 2009", explicou. 

"A diminuição do 'rating' da República em dois rates, determinou a revisão em baixa de um rate de todos os bancos. O recurso ao financiamento dos bancos  e da república será mais caro e mais difícil. Isso terá impacto no preço e na capacidade de recorrer ao financiamento e obviamente impactará os resultados dos bancos, a vida das empresas e a vida das pessoas", concluiu o CEO do BCP.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)