Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

RECEITAS DO ESTADO ABAIXO DAS EXPECTATIVAS

As receitas totais do Estado podem ficar abaixo do previsto no Orçamento Rectificativo (OR), anunciou hoje a ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite.
8 de Novembro de 2002 às 14:37
Numa apresentação na Comissão de Economia, Finanças, e Plano da Assembleia da República, Ferreira Leite admitiu que a meta de receitas de 2001 é um “objectivo difícil”, ainda assim considera que o resultado final “não deverá ficar longe do que estava estimado”.

Segundo a ministra, a Execução Orçamental a nível do IRC regista uma valor mais baixo do que o previsto pelo OR, enquanto os resultados do ISP apresenta resultados mais elevados do que o esperado.

Neste contexto, as previsões do Governo apontam para um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) Nacional na ordem dos 0,5% até ao final do ano. A escassez de entrada de receitas poderá por em causa a meta do Governo em conseguir um défice orçamental abaixo dos 3% do PIB. A responsável explicou que a dificuldade de obtenção de receitas por parte do Estado resultam do abrandamento da actividade económica.

Quanto ao IVA, Ferreira Leite explicou que a execução deste imposto apresenta valores dentro do previsto no Orçamento.

REDE FIXA VENDIDA ATÉ FINAL DO ANO

No decorrer da sessão, Manuela Ferreira Leite anunciou que o Governo espera vender a rede fixa de telecomunicações à Portugal Telecom (PT) ainda durante 2002. A responsável não adinatou, no entanto, qual o valor esperado da consumação desta venda.
Ver comentários