Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Relações do BES com BESA é um dos processos de contraordenação

Processo visa apurar eventuais práticas de branqueamento de capitais.
Diana Ramos 17 de Novembro de 2014 às 10:13
Carlos Costa, governador do Banco de Portugal
Carlos Costa, governador do Banco de Portugal FOTO: TIAGO PETINGA/LUSA

O governador do Banco de Portugal revelou esta segunda-feira que as relações do BES com o BES Angola (BESA) é uma das áreas que ditou a abertura de um dos cinco processos de contraordenação abertos pelo regulador no âmbito das irregularidades detetadas no grupo BES.

O processo visa apurar eventuais práticas de branqueamento de capitais, adiantou Carlos Costa aos deputados da comissão de inquérito.

Além deste, há ainda outro processo que visa apurar "as condições de avaliação do risco na colocação de papel comercial da Espírito Santo em clientes de retalho e a respetiva ocultação nas contas". Tal como "os atos de gestão ruinosa" levados a cabo através da colocação de dívida do BES e do GES através da sociedade Eurofin.

Carlos Costa sublinhou também que, em breve, serão abertos mais processos de contraordenação pelo Banco de Portugal.

governador do Banco de Portugal BES BES Angola BESA grupo BES Carlos Costa Espírito Santo Banco de Portugal
Ver comentários