Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

TAP requer insolvência da Groundforce para "salvaguardar a viabilidade e a sustentabilidade" da empresa

Decisão foi dada a conhecer pela transportadora aérea através de comunicado interno enviado aos trabalhadores.
Correio da Manhã 10 de Maio de 2021 às 18:37
Groundforce
Groundforce FOTO: Filipa Couto
A TAP requereu esta segunda-feira, na "qualidade de credora", a insolvência da SPdH - Serviços Portugueses de Handling, S.A. (Groundforce) "junto dos Juízos de Comércio de Lisboa do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa", disse a companhia, em comunicado.

A transportadora justificou que o objetivo da ação passa por, "se tal for viável", salvaguardar "a viabilidade e a sustentabilidade da mesma, assegurando a sua atividade operacional nos aeroportos portugueses".

"A TAP considera que esgotou todas as hipóteses de encontrar com o acionista maioritário da Groundforce, [a Pasogal], uma solução que permita garantir um horizonte futuro para a empresa", lê-se na mesma nota, onde diz que é, "assim, forçada a concluir que o pedido de declaração de insolvência da Groundforce é a decisão que, no médio prazo, melhor protege os seus trabalhadores e a generalidade dos seus credores e permite perspetivar, se tal se mostrar possível, a sua viabilidade e sustentabilidade futura".

Groundforce TAP trabalho groundforce
Ver comentários