Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Restrições devido ao coronavírus causaram défice de 2,2% do PIB na zona euro no 1.º trimestre

Défice orçamental é o mais elevado desde 2015 segundo o Eurostat.
Lusa 22 de Julho de 2020 às 10:30
O défice orçamental fixou-se em 2,2% na zona euro e 2,3% na União Europeia
O défice orçamental fixou-se em 2,2% na zona euro e 2,3% na União Europeia FOTO: Nuno André Ferreira
As medidas restritivas da Europa para conter o surto de coronavírus levaram a um défice orçamental de 2,2% do PIB na zona euro no primeiro trimestre deste ano, o mais elevado desde 2015, anunciou esta quarta-feira o Eurostat.

Dados divulgados esta quarta-feira, pelo gabinete de estatísticas comunitário Eurostat, revelam que, "no primeiro trimestre de 2020, quando as medidas de contenção da Covid-19 começaram a ser amplamente introduzidas pelos Estados-membros", o défice orçamental fixou-se em 2,2% na zona euro e 2,3% na União Europeia (UE).

Estas percentagens comparam com um défice orçamental de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) na zona euro no primeiro trimestre de 2019 e de 0,4% do PIB no conjunto da UE, isto em termos homólogos.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)