Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Salgado aceitou a substituição a 14 de abril

Tema da sucessão foi sendo colocado desde o final de 2013.
Diana Ramos 17 de Novembro de 2014 às 11:55
Ricardo Salgado, ex-presidente executivo do BES
Ricardo Salgado, ex-presidente executivo do BES FOTO: REUTERS/Jose Manuel Ribeiro

O governador do Banco de Portugal revelou esta segunda-feira que Ricardo Salgado, ex-presidente executivo do BES, aceitou afastar-se da liderança do banco ainda em abril.

"A 14 de abril foi aceite pelo próprio a sua sucessão", afirmou Carlos Costa aos deputados da comissão de inquérito.

Recorde-se que o tema da sucessão foi sendo colocado desde o final de 2013, mas só na entrevista que Ricardo Salgado deu em maio, ao Jornal de Negócios, disse que estaria disponível para fazer o que os acionistas decidissem.

Só em meados de junho, a partir de dia 19, se torna pública a saída de Ricardo Salgado da administração do banco.

"O que ficou combinado é que a família se afastaria da administração do BES", explicou Carlos Costa, sublinhando que alguns administradores optaram por sair mais cedo dos cargos para evitar que lhes fosse retirada a idoneidade.

governador do Banco de Portugal Ricardo Salgado BES Carlos Costa Jornal de Negócios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)