Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Segurança reforçada

O presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) revelou ontem que foi reforçada a segurança pessoal dos magistrados alegadamente ameaçados no âmbito do processo ‘Apito Dourado’.
17 de Janeiro de 2007 às 00:00
Segurança reforçada
Segurança reforçada
“Há reforço da segurança”, afirmou António Cluny, sublinhando que os alertas que o sindicato lançou acerca da segurança dos magistrados tiveram eco entre as entidades.
O SMMP criticou o silêncio do Governo em relação a denúncias sobre alegadas devassas da vida privada e perseguições a magistrados do processo e solidarizou-se com os magistrados e agentes da autoridade vítimas de agressões e pressões.
Cluny falava à margem da apresentação do VII Congresso do Ministério Público, que terá lugar entre 1 e 3 de Fevereiro no Algarve, com o tema ‘A Responsabilidade Comunitária da Justiça – O Papel do Ministério Público’.
O presidente do SMMP disse que o que falta “fundamentalmente” em Portugal é “uma cultura de valores e de cultura do bem comum”. “Quando falecem esses valores, falecem as políticas que lhes dão expressão”, afirmou António Cluny, lamentado que as “preocupações” actuais sejam “a competitividade económica e tudo o que tem a ver com o lucro”. Não se mostrando muito expectante com os resultados em termos jurídicos e com as reformas do Governo nesta área, Cluny defendeu a necessidade de “resultados sistemáticos e organizados de estruturas sãs que tenham uma capacidade de resposta bem pensada”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)