Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Sindicato da GNR apresenta providência cautelar

A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR), à semelhança de outras estruturas representativas dos trabalhadores da Administração Pública, entregou esta sexta-feira uma providência cautelar para impedir a concretização dos cortes salariais definidos em Orçamento de Estado para este ano.
7 de Janeiro de 2011 às 13:01
Militares da GNR também vão ser afectados pelos cortes impostos pelo Governo
Militares da GNR também vão ser afectados pelos cortes impostos pelo Governo FOTO: Nuno André Ferreira

Em comunicado, a APG alega que "não aceita que se argumente interesse  público ou sequer o combate ao défice para fazer recair sobre os profissionais  da GNR as consequências desastrosas de medidas e políticas".

A estrutura sindical dos militares da Guarda Nacional República refere que as medidas adoptadas "não só não resolveram a actual crise económica e social, antes a agravaram e originaram mais medidas deste tipo, igualmente injustas e ineficazes".

Os cortes salariais definidos pelo Governo, a verificarem-se, entram em vigor já este mês.

gnr associação dos profissionais da guarda providência cautelar cortes salários
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)