Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Sindicato quer cidadãos a avaliarem serviços públicos

O Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), quer que sejam os cidadãos que recorrem aos serviços da Administração Pública a dar-lhes uma nota de modo a melhorar o sistema de avaliação da Função Pública, que, garante Bettencourt Picanço, presidente do STE, nos actuais moldes “apenas promove o assédio e o servilismo” . Por isso mesmo, exigem também que os funcionários públicos possam, de forma efectiva, avaliar os seus dirigentes, algo que “na prática não acontece”.
27 de Outubro de 2009 às 13:42
Sindicato querem mais avaliação também para dirigentes
Sindicato querem mais avaliação também para dirigentes FOTO: Tiago Sousa Dias

Esta é apenas uma das propostas apresentadas pelo STE que organiza quarta e quinta-feira um seminário com especialistas nacionais e estrangeiros para apresentar mudanças ao Governo.

Já decidida estão mudanças no regime das carreiras, e a adopção de um vínculo laboral que assegure “independência no exercício de das funções”.

Sobre os salários, Bettencourt Picanço foi mais vago quanto ao aumento que será proposto pelo STE, optando por salientar apenas que estão fartos de ser “a vaca sagrada que o Governo encontrou para reduzir o défice através de cortes orçamentais com os trabalhadores”. Admitindo contudo a situação de crise, o dirigente sindical defende que “não pode haver, por um lado, um discurso de contenção e duas páginas a seguir, discutirem os lucros”.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)