Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Sistema elétrico nacional já custou 23 mil milhões aos portugueses

Antigo presidente da Autoridade da Concorrência apresentou contas do valor pago a mais pelos portugueses.
Raquel Oliveira 12 de Setembro de 2018 às 10:41
Economista Abel Mateus
Economista Abel Mateus FOTO: José Cena Goulão
Os portugueses já pagaram cerca de 23 mil milhões de euros a mais para o sistema elétrico nacional.

O cálculo foi apresentado esta terça-feira aos deputados pelo ex-presidente da Autoridade da Concorrência (AdC), Abel Mateus, ouvido na comissão de inquérito às rendas excessivas na energia.

O antigo presidente da AdC arrasou as políticas do setor elétrico entre 1996 e 2011 que criaram, no seu entender, "um monstro" que se traduziu num sobrecusto que está a ser suportado pelos consumidores.

Para o economista, tais políticas criaram um "simulacro de mercado, totalmente comandado, com preços, margens e até lucros totais garantidos aos geradores de eletricidade".

Relativamente aos Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC), Abel Mateus sublinhou que a EDP não tem qualquer incentivo para produzir ao custo mais baixo quando tem uma rendibilidade garantida de 14%.

"Impressionante", acabou por desabafar em voz baixa, segundos depois de ter enunciado o valor aos deputados. "A redução deste fardo é o desafio que se põe a este Parlamento", desafiou Abel Mateus.

O ex-líder da AdC esclareceu também que parte dos problemas de que esta quarta-feira se fala foram apresentados ao então ministro da Economia, Manuel Pinho, que ignorou as propostas do regulador e acabou por nunca mais consultar a entidade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)