Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

STI recusa braço-de-ferro

O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI) decidiu ontem não avançar para uma greve, optando por esperar pela nova proposta do Governo para a revisão das carreiras especiais da Direcção-Geral dos Impostos.
27 de Agosto de 2009 às 00:30

“Nós não vamos travar nenhuma luta com a administração. Esperamos que  a proposta que nos vai ser apresentada nos transmita alguma serenidade e algum avanço”, disse ontem o presidente do STI, Hélder Ferreira. “Não vamos colocar  o senhor ministro das Finanças entre a espada e a parede”, acrescentou. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)