Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
5

Stock da Cunha desvaloriza impacto de processos sobre diretores

Dois diretores do Novo Banco, que transitaram do BES, foram constituídos arguidos após as buscas de quinta-feira.
28 de Novembro de 2014 às 21:39
O presidente do Novo Banco, Eduardo Stock da Cunha
O presidente do Novo Banco, Eduardo Stock da Cunha FOTO: Pedro Nunes/Lusa

O presidente do Novo Banco, Eduardo Stock da Cunha, desvalorizou esta sexta-feira o impacto na entidade do processo judicial envolvendo dois diretores do Novo Banco, que transitaram do BES, e foram constituídos arguidos após buscas conduzidas na quinta-feira.

"Duas pessoas em seis mil [colaboradores] são 0,03%. Acha que me vou preocupar", questionou Stock da Cunha, que falava aos jornalistas à margem de uma conferência em Lisboa, promovida pela Confederação Empresarial de Portugal (CIP), sobre o financiamento de pequenas e médias empresas (PME). O gestor diz que a sua missão é trabalhar "para as mais de seis mil" pessoas do banco, para os depósitos dos clientes e para os créditos às PME.

"Estou preocupado com as milhares de empresas portuguesas a quem damos crédito, com os milhões de portugueses que nos confiam os seus depósitos e com os mais de seis mil colaboradores do banco", sublinhou. "Todas as instituições têm problemas algumas vezes com os seus colaboradores", reconheceu contudo Stock da Cunha.

Dois diretores do Novo Banco, que transitaram do BES, foram constituídos arguidos após as buscas de quinta-feira das autoridades no âmbito das investigações relacionadas com um processo-crime do universo Espírito Santo, confirmou à Lusa fonte próxima do processo. "São dois diretores, de um universo de 500 diretores que trabalham no Novo Banco", revelou esta sexta-feira a referida fonte.

A notícia foi avançada esta sexta-feira pelo jornal Público e também pela estação televisiva TVI, tendo a mesma fonte afirmado à Lusa que os dois responsáveis que foram constituídos arguidos estavam ligados à comercialização de dívida das 'holdings' do Grupo Espírito Santo (GES) aos balcões do Banco Espírito Santo (BES).

presidente do Novo Banco Eduardo Stock da Cunha Novo Banco BES
Ver comentários