Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Subida de taxas de longo prazo

Ricardo Valente, presidente da Personal Value – Gestão de Patrimónios, falou ao 'CM' sobre a subida das taxas de longo prazo e os investimentos em activos com risco.
13 de Agosto de 2006 às 00:00
Subida de taxas de longo prazo
Subida de taxas de longo prazo
Correio da Manhã – Que acontecerá aos activos estrangeiros denominados em euros e dólares que os japoneses andaram a comprar durante anos, à procura de taxas de retorno superiores àquelas que auferiam se mantivessem o dinheiro em ienes?
Ricardo Valente – As taxas de juro de longo prazo dos EUA e Europa devem subir devido à venda de activos, nomeadamente, obrigações, por parte dos japoneses no processo de repatriação de capitais. O risco cambial de ter activos noutras moedas não compensará do diferencial de taxas.
– Que prevê a Personal Value para os investidores que pediram dinheiro emprestado em ienes, alavancando assim os respectivos investimentos em activos com risco?
– A moeda japonesa valorizar-se-á em consequência da repatriação de capitais.
– Que acontece quando o maior fornecedor de liquidez, durante uma década, começa a tirar dinheiro e a pedir uma taxa de remuneração mais alta?
– Desvalorização e aumento da volatilidade dos activos com risco, nomeadamente, acções, ‘commodities’ e investimentos em países emergentes, tanto nos respectivos mercados accionistas como obrigacionistas ou moeda.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)