Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Subsídio sobe preço da luz

O novo subsídio às eléctricas vai implicar uma subida de 1 por cento no preço da electricidade já em 2011. A garantia de potência paga às novas centrais eléctricas é um novo custo de sessenta milhões de euros, que os consumidores vão começar a pagar já no próximo ano.

14 de Outubro de 2010 às 00:30
Preços da luz ficam mais caros no próximo ano
Preços da luz ficam mais caros no próximo ano FOTO: Duarte Roriz

A garantia foi dada pelo presidente da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), ontem no Parlamento. Vítor Santos reiterou, contudo, que é preciso aguardar pelos regulamentos que irão definir a aplicação desse aumento no preço da luz. O responsável afirmou que este subsídio "foi uma decisão política". As centrais da EDP, Endesa, Galp e Iberdrola irão beneficiar deste subsídio ao investimento.

O presidente da ERSE admitiu alterar as tarifas do gás natural e prolongar o prazo de três anos proposto pelo conselho tarifário em Maio para pagar o défice energético da ordem dos 100 milhões de euros. Esse prolongamento beneficiaria, sobretudo, os pequenos e médios consumidores industriais em termos de tarifas para 2010/2011.

Vítor Santos considerou, na sua intervenção, que as tarifas de acesso ao gás natural têm de ser diferenciadas para os pequenos e médios consumidores quando comparadas com as que são aplicadas aos grandes consumidores industriais, salientando os preços competitivos no mercado liberalizado.

A entidade reguladora anuncia a proposta de aumento das tarifas eléctricas para o próximo ano esta sexta-feira.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)