Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
2

Taxa de desemprego mantém-se nos 6,1% enquanto economia portuguesa cresce

Dados avançados pelo Instituto Nacional de Estatística.
Lusa 30 de Novembro de 2022 às 11:10
IEFP
IEFP FOTO: CMTV
O PIB cresceu em cadeia 0,4% no terceiro trimestre do ano, enquanto a taxa de desemprego desceu para 6,1% em outubro.

O desemprego desceu para 6,1% em outubro, face aos 6,3% de outubro de 2021, mantendo-se em relação ao mês anterior, segundo dados provisórios divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com as 'Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego' do INE, em outubro "a taxa de desemprego situou-se em 6,1%", valor idêntico ao de setembro e inferior ao do mês homólogo de 2021 em 0,2 pontos percentuais.

Em outubro de 2022, o INE estima que a população ativa (5.197,6 mil) tenha diminuído 0,2% em relação ao mês anterior e aumentado 0,5% por comparação com outubro de 2021.

Já o Produto Interno Bruto (PIB) português aumentou 4,9% no terceiro trimestre face ao mesmo período de 2021 e cresceu 0,4% relativamente ao segundo trimestre, confirmou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os números hoje conhecidos corroboram a estimativa rápida divulgada em 31 de outubro pelo INE, que apontava para uma desaceleração do crescimento do PIB para 4,9% entre julho e setembro em termos homólogos (7,4% no trimestre anterior) e para um aumento de 0,4% em cadeia, mais 0,3 pontos percentuais que o registado no trimestre precedente.

De acordo com as estimativas preliminares das 'Contas Nacionais Trimestrais' do instituto estatístico, "o contributo da procura interna para a variação homóloga do PIB diminuiu no terceiro trimestre, passando de 4,0 pontos percentuais no segundo trimestre para 2,9 pontos percentuais, verificando-se um crescimento ligeiramente menos acentuado do consumo privado e uma diminuição do investimento, determinada pelo comportamento da variação de existências".


PIB Instituto Nacional de Estatística
Ver comentários
C-Studio