Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
1

Taxa de juro aumenta 4,6%

A taxa de juro euribor a seis meses, a mais utilizada no crédito à habitação, fixou-se ontem em 4,036 por cento, novo máximo desde Setembro de 2001.
30 de Março de 2007 às 00:00
No primeiro dia útil deste ano a taxa de juro euribor a seis meses estava a 3,857 por cento. Desde então, subiu 4,6 por cento.
Com a renovação do máximo de há cinco anos e meio do referido indexante dos contratos de empréstimo para compra de habitação, o mercado espera que o Banco Central Europeu volte a subir o custo do dinheiro em breve.
Recorde-se que a autoridade monetária europeia iniciou o aumento do custo do dinheiro, em Dezembro de 2005, de dois para 2,25 por cento.
A principal taxa de juro da Eurolândia está a 3,75 por cento e o mercado já incorporou mais uma subida de 25 pontos de base, para quatro por cento. Aliás, o presidente do BCE tem afirmado que os juros ainda estão a níveis baixos e que é preciso controlar a inflação.
Mas dinheiro mais caro significa maior esforço das famílias e das empresas. Outra consequência é a valorização do euro, o que prejudica as exportações europeias.
Ver comentários