Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Taxa de juro subirá para 3,5% em 2006

O BCE – Banco Central Europeu vai iniciar o ciclo de subida das taxas de juro e a directora será de 3,5 por cento no próximo ano. Assim prevêem os economistas da casa de investimento Merrill Lynch, que reviram ontem em alta a antevisão da subida dos juros na Eurolândia por motivos inflacionistas.
29 de Novembro de 2005 às 00:00
Trichet deve subir juros para 2,25 por cento na reunião da próxima quinta-feira
Trichet deve subir juros para 2,25 por cento na reunião da próxima quinta-feira FOTO: Yves Herman/Reuters
Ou seja: a autoridade monetária europeia, para impedir o crescimento da inflação, aumentará o custo do dinheiro.
Pedro Duarte, administrador da LJ Carregosa – Sociedade Financeira de Corretagem, frisou ontem ao Correio da Manhã que “o mercado está na expectativa de aumento das taxas de juro” e “é consensual que o período de descida das taxas acabou. Agora, a que ritmo o Banco Central Europeu vai fazer a subida? Depende do desempenho da economia europeia”.
O responsável da corretora independente lembrou que a máquina económica da Alemanha e doutros países da linha da frente é que influencia a política monetária da instituição presidida por Jean-Claude Trichet.
Portanto, segundo Pedro Duarte, quando se tem em conta a economia portuguesa, cujo crescimento previsto pelo Banco de Portugal para este ano é de apenas 0,3 por cento, não se estranhe que o BCE encareça o dinheiro, porque a economia portuguesa nada pesa na zona do euro.
Mas o encarecimento do dinheiro não causará também dificuldades às empresas das economias mais importantes? O administrador da LJ Carregosa disse que “se o crescimento económico for grande, as taxas de juro pouco ou nenhum impacto têm”. Aliás, “umas empresas são mais sensíveis do que outras às taxas de juro”.
Acrescentou que esse movimento de subida pode iniciar-se já depois de amanhã, dia em que se reúne o conselho de governadores dos bancos centrais com assento no BCE.
Pedro Duarte espera que, nessa reunião, se decida subir a taxa directora para 2,25 por cento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)