Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

Taxas de juro a dois anos batem máximos históricos

Os juros exigidos pelos investidores para deter títulos de dívida soberana portuguesa a dois anos estão esta quinta-feira em novos máximos, ultrapassando os 11,8 por cento, enquanto as taxas a cinco e a 10 anos recuam ligeiramente.
28 de Abril de 2011 às 10:21
taxas, juros, dívida, troika, mercados
taxas, juros, dívida, troika, mercados FOTO: Reuters

Às 09h43, os juros exigidos para deter títulos de dívida soberana portuguesa a dois anos transaccionavam, em média, nos 11,801 por cento, acima dos 11,769 por cento de quarta-feira, segundo a agência de informação financeira Bloomberg. O 'spread' face à dívida alemã neste prazo atingia os 999,2 pontos base.  

No prazo a dez anos, os juros negociavam, em média, nos 9,591 por cento,  ligeiramente abaixo do máximo histórico de 9,621 por cento de quarta-feira, enquanto o 'spread' face à dívida alemã chegava aos 627,6 pontos base.  

Já os juros exigidos para deter títulos de dívida soberana portuguesa a cinco anos negociavam, em média, nos 11,634 por cento, abaixo dos 11,650 por cento de quarta-feira, enquanto o 'spread' face à dívida alemã nesta maturidade atingia os 896,3 pontos base.   

O máximo histórico nesta maturidade foi atingido na terça-feira, quando os juros negociaram nos 11,916 por cento.  

As atenções dos investidores em Portugal continuam voltadas para a terceira semana de negociações entre a 'troika' e o Governo português, depois do pedido de ajuda feito por Portugal no início de Abril.

taxas juros dívida troika mercados
Ver comentários