Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

TRABALHADORES DO ESTADO QUEREM AUMENTOS DE 4%

O Sindicato dos Quadros Técnicos dos Trabalhadores do Estado (STE), afecto à UGT, propôs esta segunda-feira um aumento salarial de quatro por cento para 2004 e um aumento das pensões de reforma, subsídio de alimentação e ADSE.
1 de Setembro de 2003 às 17:19
Bettencourt Picanço, presidente do STE, explicou em conferência de imprensa que a proposta da subida salarial se deve ao facto de se estimar que em 2004 a inflação se situe nos três por cento e que o PIB atinja um crescimento de dois por cento, onde se retira um por cento em salários.
Foi ainda proposto uma actualização, igualmente de quatro por cento, para as pensões de reforma, ajudas de custo, subsídio de transportes e ADSE. No que se refere ao subsídio de refeição, foi proposto um aumento de 3,58 euros para os seis euros.
Foi ainda discutida a possibilidade de aposentação antecipada parcial como alternativa ao impedimento, por parte do Governo, à reforma de funcionários da Administração Pública. Em caso de se verificar uma aposentadoria antecipada parcial, o sindicato sugere que os funcionários fiquem ligados ao serviço, recebendo 50% do ordenado da Caixa de Aposentações e o restante a entidade empregadora.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)