Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Trabalhadores da Izibuild contestam despedimento

Salário de novembro e subsídio de Natal estão em atraso.
23 de Dezembro de 2014 às 16:21
Concentração juntou 28 trabalhadores daquela superfície comercial
Concentração juntou 28 trabalhadores daquela superfície comercial FOTO: Arménio Belo/Lusa

Os trabalhadores da Izibuild anunciaram esta terça-feira, em Viana do Castelo, que vão contestar judicialmente o despedimento coletivo iniciado pela empresa e vão reclamar, até final deste mês, o salário de novembro e o subsídio de Natal, ambos em atraso.


"Vamos contestar devido a algumas ilegalidades no despedimento coletivo, porque eles afirmam que esta loja [Viana do Castelo] já está fechada mas isso não é verdade: como toda gente vê, está aberta ao público, apesar de não ter quase material nenhum, porque meteram o despedimento coletivo depois de ter entrado o Processo Especial de Revitalização (PER) sem autorização do administrador judicial", afirmou Inês Vieira.


A dirigente sindical e trabalhadora na loja de Viana do Castelo falava, na tarde desta terça-feira, durante uma concentração que juntou os 28 trabalhadores daquela superfície comercial.



trabalhadores izibuild despedimento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)