Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Trabalhadores da TAP iniciam greve

O SNPVAC vai manter a greve, embora cumpra a requisição civil imposta pelo Governo.
27 de Dezembro de 2014 às 08:58
A decisão de relançar a privatização da companhia aérea acendeu uma onda de contestação
A decisão de relançar a privatização da companhia aérea acendeu uma onda de contestação FOTO: Mário Cruz/LUSA

Trabalhadores da transportadora aérea TAP iniciam quatro dias de greve, marcada pelo SINTAC, SITAVA e SNPVAC contra a privatização da empresa.

O Governo decretou uma requisição civil, que deverá entrar em vigor, apesar de vários sindicatos representativos de trabalhadores da empresa transportadora já terem desconvocado a greve.

Contudo, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) informou que vai manter a greve, mas que vai cumprir a requisição civil imposta pelo Governo, "embora sob protesto".

Na quarta-feira, o Governo aceitou discutir com os sindicatos as condições para manter a TAP em Portugal por dez anos após a privatização da empresa, segundo um memorando assinado pelo executivo e pelos nove sindicatos da TAP que desconvocaram a greve.

A decisão de relançar a privatização da companhia aérea, suspensa em dezembro de 2012, acendeu uma onda de contestação que culminou com a marcação desta greve, à qual o Governo respondeu com a imposição de uma requisição civil aos trabalhadores da TAP, para minimizar o impacto da greve.

TAP greve SNPVAC
Ver comentários