Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Transportes param no Natal e Ano Novo

Os maquinistas do Metro Transportes do Sul vão cumprir quatro dias de greve de 24 horas a 24 e 25 de Dezembro e 1 e 2 de Janeiro, mantendo a greve às horas extraordinárias até 15 de Janeiro.
24 de Dezembro de 2012 às 11:26
 Na Carris, foi entregue um pré-aviso de greve dos trabalhadores às horas extraordinárias, aos dias de descanso semanal e aos feriados
Na Carris, foi entregue um pré-aviso de greve dos trabalhadores às horas extraordinárias, aos dias de descanso semanal e aos feriados FOTO: Pedro Catarino
Também os trabalhadores das empresas de transportes rodoviários do grupo Barraqueiro vão paralisar no Natal, na sequência da greve aos dias feriados, que se iniciou a 1 de Novembro. Esta greve poderá afectar os transportes públicos rodoviários nos distritos de Leiria, Lisboa e Santarém.

Na Carris, foi entregue um pré-aviso de greve dos trabalhadores às horas extraordinárias, aos dias de descanso semanal e aos feriados. Também a CP e a Refer estão em greve ao trabalho em horas extraordinárias.

A CP avisa que foram decretados os serviços mínimos, mas ainda assim prevê perturbações na circulação de comboios, com a supressão da maioria das circulações. Os trabalhadores contestam as alterações introduzidas pelo Código do Trabalho, que entrou em vigor a 1 de Agosto.

transportes cp comboios refer barraqueiro metro autocarros greve paralisação
Ver comentários