Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
7

Tribunal considera caso BCP nulo

O tribunal considerou esta sexta-feira que a acusação do Banco de Portugal contra os antigos administradores do BCP, como Jardim Gonçalves e Filipe Pinhal, é nula, uma vez que as provas que sustentavam o caso foram obtidas através da quebra do sigilo bancário, o que as invalida.
7 de Outubro de 2011 às 15:13
Tribunal considerou acusação contra antigos administradores do BCP, como Jardim Gonçalves (na foto), nula
Tribunal considerou acusação contra antigos administradores do BCP, como Jardim Gonçalves (na foto), nula FOTO: Pedro Catarino

Joe Berardo, que denunciou o caso ao Banco de Portugal, chegou a ser ouvido sobre de que forma obteve os documentos que apresentou ao Banco de Portugal, a fim de se concluir se os mesmos foram obtidos com violação do segredo bancário, tendo na altura alegado que não se lembrava sobre como tinha obtido a documentação.

 

O Banco de Portugal acusava os antigos administradores de prestação de informação falsa e incompleta ao supervisor, incumprimento das obrigações de natureza prudencial e inobservância das regras de contabilidade que impediram que a situação real do banco fosse  reflectida nas contas.

bcp caso bcp jardim gonçalves filipe pinhal banco de portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)