Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia

Venda de gasóleo cai sete por cento

A venda de gasóleo desceu em Janeiro deste ano cerca de sete por cento, em relação a igual período do ano passado. As gasolinas registaram quebras ainda maiores: 11 por cento, a sem chumbo 95, e 26 por cento, a sem chumbo 98.
11 de Março de 2009 às 00:30
A crise económica está a fazer com que os portugueses deixem o carro em casa e poupem no combustível
A crise económica está a fazer com que os portugueses deixem o carro em casa e poupem no combustível FOTO: Vítor Mota

Os dados são ainda provisórios, mas fonte da Direcção-Geral de Energia assegurou ao CM que, comparando com Janeiro de 2008, no primeiro mês deste ano os 2575 postos de abastecimento de combustíveis existentes no nosso país venderam menos 27 200 toneladas de gasóleo, menos 11 670 de gasolina sem chumbo 95 e menos 3845 de gasolina sem chumbo 98.

A quebra na facturação, a preços de Janeiro, foi de mais de 45 milhões de euros e o Estado, nos dois impostos, ISP e IVA, deixou de encaixar 24,5 milhões de euros.

Esta quebra no consumo, que colocou Janeiro a níveis dos últimos meses de 2001, deve-se à crise económica que afecta Portugal e o Mundo desde Setembro do ano passado.

António Saleiro, presidente da Associação dos Revendedores da Galp, diz que "isto está pior do que nunca".

"As quebras em Fevereiro são, pelo menos, de 14 por cento", assegura, sublinhando que "quando o gasóleo chegou quase a 1,5 euros gastava-se muito mais do que agora". E acrescenta Saleiro que "isto era uma desgraça total se não fossem os transportes públicos".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)