Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
8

“Vivemos o maior roubo organizado da história”

O secretário-geral da CGTP-IN, Carvalho da Silva, afirmou esta quinta-feira, no Barreiro, que se assiste ao "maior roubo organizado da história da humanidade", considerando que "o dinheiro de todos foi mobilizado para colmatar as dívidas dos privados".
17 de Junho de 2010 às 19:21
Governo "elimina o direito de subsídio de desemprego e de protecção social"
Governo 'elimina o direito de subsídio de desemprego e de protecção social' FOTO: Natália Ferraz/CM

"Estes bloqueios em que estamos, a que se chama crise merecem reflexão. Vivemos o maior roubo organizado da história da humanidade. Durante décadas, os privados acumularam riqueza de forma desmedida, mas também acumularam dívidas", afirmou, citado pela agência Lusa.  

"O que se expressou de há dois anos para trás foi uma identificação dessas dívidas e para colmatar as dívidas privadas foi mobilizado o dinheiro de nós todos. A segunda fase da operação foi transferir essas dívidas para os orçamentos do Estado", acrescentou.  

Carvalho da Silva, que esteve no Barreiro numa visita ao concelho e numa reunião sobre o desenvolvimento a convite da autarquia, considerou que o Governo "elimina o direito de subsídio de desemprego e o direito de protecção social" para depois "apresentarem propostas precárias e dizerem que é melhor do que não ter nada".  

O sindicalista defendeu que são necessárias "grandes roturas e mudanças", apelando à participação dos mais jovens.  

"A participação vai ser decisiva e os mais jovens vão ser a pedra de toque da mudança", defendeu.  

O presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto (PCP), explicou que os problemas centrais do concelho são o emprego, o desenvolvimento económico e a criação de riqueza, que nesta altura são "a prioridade das prioridades". 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)