Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
6

Volatilidade cambial pode afectar acções

Paulo Lobo, analista da Personal Value – Gestão de Patrimónios, falou ao 'CM' sobre o mercado cambial.
17 de Dezembro de 2006 às 00:00
Volatilidade cambial pode afectar acções
Volatilidade cambial pode afectar acções
Correio da Manhã – A Personal Value disse que, no mercado cambial, duplicaram os activos geridos pelos fundos de investimento. Quais as consequências?
Paulo Lobo – O aumento de volatilidade no mercado cambial pode ter consequências nos mercados accionistas e de mercadorias. Estes efeitos serão, sobretudo, negativos sobre os mercados de acções. Ou seja, o risco para os mercados accionistas é um ‘crash’ do dólar. Se a queda for gradual, pensamos que os efeitos serão positivos, uma vez que melhorará a situação de défice comercial dos EUA. Contudo, a actual depreciação do dólar pode originar alguns efeitos perversos sobre a esperada recuperação económica na Europa. Estima-se que uma desvalorização do dólar norte-americano origine uma perda de três por cento dos lucros das empresas europeias. Ao nível macroeconómico, a valorização do euro produz efeitos equivalentes aos de uma subida de taxas, o que, conciliado com a postura restritiva por parte do BCE, se traduz num ambiente económico mais restritivo para particulares e empresas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)