Ajustes directos para Galamba

Deputado que liderou o blogue Simplex, de apoio a José Sócrates, recebeu do Governo verbas pagas através de contratos de serviços por ajuste directo.
18.02.10
Ajustes directos para Galamba
João Galamba foi eleito deputado em Setembro. Esteve ontem nas audiências da Comissão de Ética

João Galamba, que em tempo de campanha eleitoral liderou grande parte da informação para os blogues de apoio a Sócrates, recebeu mais de 34 mil euros em dois contratos do Governo, por ajuste directo, entre Março e Agosto de 2009. As verbas destinavam-se a serviços da Unidade de Missão para os Cuidados Continuados Integrados (UMCCI), entidade onde Galamba foi consultor externo até à data das eleições de 27 de Setembro.

Um dos contratos, no valor de 20 814 euros, foi celebrado em 16 de Junho de 2009 e adjudicado a João Galamba pela Administração Central do Sistema de Saúde. O objecto do contrato refere apenas o item de 'Serviços para a área financeira para a UMCCI'. Não especifica que tipo de serviços, mas tem fixado um prazo de execução de 180 dias. O contrato foi publicado em Agosto de 2009.

Não se conhece o alvo nem os resultados destes serviços. O certo é que, durante o Verão, o consultor financeiro da UMCCI não terá estado muito ocupado com a gestão da Unidade. Além da produção de conteúdos para o Simplex, João Galamba ainda fez campanha eleitoral e gozou férias. Pelo meio ainda teve direito a mais de duas semanas de licença de casamento. João Galamba integra várias comissões parlamentares, embora tenha sido eleito deputado, pela primeira vez, nas últimas legislativas.

Há também um outro contrato semelhante adjudicado em Março de 2009 a João Galamba, também no âmbito da consultoria da UMCCI. Neste caso, são 13 876 euros para comprar serviços especializados para um grupo de trabalho da UMCCI. O prazo de execução foi de 120 dias e o contrato pouco adianta o destino daquela verba.

Ao CM João Galamba confirmou as referidas adjudicações, mas não esclareceu quais os objectivos dos contratos. 'O resultado desse trabalho, que muito me honra, foi vertido para um relatório enviado para o Ministério das Finanças, e integra o Orçamento do Estado de 2010', referiu na resposta às questões do CM.

PORMENORES

INDEPENDENTE DO PS

João Galamba, de 34 anos, faz questão de sublinhar que é um deputado independente eleito nas listas do PS por Santarém.

AJUSTE DIRECTO

Segundo a legislação em vigor, as adjudicações por ajuste directo podem atingir 75 mil euros, para aquisições de bens e serviços.

CONSULTOR FINANCEIRO

Galamba entrou na UMCCI em 2008, subcontratado pela consultora ABC Saúde.

BLOGUISTAS INSURGIRAM-SE CONTRA NOTÍCIA

A notícia de ontem do CM, que dava conta de que o blogue Simplex, criado para apoiar a campanha de José Sócrates, foi alimentado com os meios do Governo, criou verdadeiras reacções de desagrado na blogosfera. O blogue Câmara Corporativa foi um dos que deu eco do ‘desagrado’ dos cronistas do Simplex que, no essencial, não vêem qualquer problema no facto dos assessores do Governo enviarem através dos computadores do Governo informação para ser publicada na internet. Tudo isto aconteceu durante a campanha.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
6 Comentários
  • De Pedro03.06.14
    E assim se tenta queimar uma das poucas pessoas que percebe de economia e da situação miserável em que este sistema neocapitalista nos leva. Mas pronto matem lá o mensageiro
    Responder
     
     -5
    !
  • De Fernando Fernandes17.09.12
    Ó pobre gente ignorante!... Espumam da boca, insultam, rasgam as vestes de indignação!... contra quê?... contra alguém que, a acreditar nesta "notícia", não cometeu qualquer ilegalidade ou imoralidade... não há pachorra!
    Responder
     
     0
    !
  • De eliomartinho17.09.12
    Este senhor,ainda está na AR? Ah,já saiu. Quem foram os que o elegeram?
    Responder
     
     3
    !
  • De caestupidos.16.09.12
    A maioria dos comntários aqui expressos estão de acordo com a estupidez que grassa no país. erros de ortografia aos montes e falta de coerência com as coisas que dizem. Tanta falta de cultura já é doença.
    Responder
     
     0
    !
  • De André colaço14.09.12
    É típico dos ignorantes criticarem e não terem alternativa. Os partidos da oposição e os sindicatos q se juntem e encontram uma solução p atingirmos os objectivos d troika e depois apresentem ao governo q será bem aceite
    Responder
     
     3
    !