Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
8

Banca dificulta compra de casa

Banco de Portugal diz que a economia está a dar sinais de recuperação mas os bancos avisam que vão ser mais exigentes nos empréstimos.
20 de Fevereiro de 2010 às 00:30
A Banca será mais exigente com os seus clientes na concessão de crédito para a compra de casa durante o ano de 2010
A Banca será mais exigente com os seus clientes na concessão de crédito para a compra de casa durante o ano de 2010 FOTO: Bruno Colaço

A economia portuguesa começa já a dar sinais de recuperação mas a Banca vai ser mais exigente na concessão de crédito à habitação.

Para o primeiro trimestre de 2010, os bancos admitem agora 'manter globalmente inalterados os critérios de concessão de empréstimos a empresas', lê-se nos indicadores de conjuntura revelados ontem pelo Banco de Portugal e que assentam nos resultados de Janeiro do inquérito aos bancos sobre o mercado de crédito. 'No que respeita aos empréstimos a particulares, é antecipado um ligeiro aumento da exigência dos critérios de aprovação de empréstimos para aquisição de habitação e a manutenção praticamente sem alterações no caso dos empréstimos para consumo', afirmam as instituições.

A desconfiança da Banca é contrária aos sinais de melhoria da economia nacional. Segundo o Banco de Portugal, o indicador que mede a actividade económica registou em Janeiro uma subida para 0,1 por cento, o primeiro valor positivo desde Maio de 2008. Também o indicador que reflecte a variação do consumo privado demonstrou melhoria ao subir para 1,8 por cento nesse mês.

PORMENORES

DESACELERAÇÃO

Em Dezembro, os empréstimos concedidos às empresas mantiveram a tendência de desaceleração. A taxa de variação anual situou-se nos 2,2 por cento, diz o regulador.

COMPRA DE CASA

A atribuição de empréstimos ao consumo caiu em Dezembro, em termos anuais, mas na habitação o crédito subiu ligeiramente.

JUROS NOS DEPÓSITOS

Em Dezembro, os juros nos depósitos a dois anos caíram de 1,80 para 1,67 por cento.

MICROCRÉDITO COM REGULAÇÃO PUBLICADA

Foi ontem publicado em Diário da República o decreto-lei que permite a constituição em Portugal de sociedades vocacionadas para a concessão de microcrédito .

Com esta legislação, o Governo quer alargar o acesso da concessão de microcrédito 'a agentes económicos que actualmente não exerçam actividade financeira, permitindo-lhes enquadrar aquela actividade de financiamento no âmbito de finalidades económicas e sociais que já prossigam'. O objectivo é potenciar o desenvolvimento de novos investimentos e a criação de emprego.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)