CGD dá a Salgado facilidade no crédito

Caixa permitiu ao Grupo Espírito Santo ficar sem pagar 230 milhões de euros até ao termo dos contratos, pagando apenas juros.
Por António Sérgio Azenha|09.02.19
Notícia exclusiva para assinantes. Para ler faça Login ou AssineSaiba mais aqui.
A CGD facilitou a duas empresas do Grupo Espírito Santo (GES), quando este era liderado por Ricardo Salgado, o pagamento de dois créditos no valor total de 230 milhões de euros. Na ata do Conselho Alargado de Crédito (CAC) não há referência de que o banco público tenha pedido garantias dos créditos. ...
Exclusivos CMEste artigo é exclusivo para Assinantes Correio da Manhã
Se já é Assinante, faça o seu loginouAssine 1 mês por 1€.
Para ler TODOS OS EXCLUSIVOS CM de hoje por 0.60€ + IVA
Obtenha o seu código de acesso com uma simples chamada telefónica
ou
UTILIZE O 
Assine agora o Correio da Manhã Digital
  • Assine Acesso integral ao Correio da Manhã ePaper (tal como é impresso em papel, veja exemplo)
  • AssineAcesso ilimitado a todo o site do Correio da Manhã.
  • AssineTodos os exclusivos, opinião e análise da edição em papel.
Saiba mais

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!