Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos

Domingos ficou sem 39 mil euros

Seis brasileiros e uma empresária portuguesa respondem por cerca de 20 roubos em residências. O actual treinador do Sp. Braga foi uma das vítimas.
16 de Fevereiro de 2010 às 00:30
A família do treinador ficou abalada e mudou de casa depois de ter sido sequestrada durante um roubo
A família do treinador ficou abalada e mudou de casa depois de ter sido sequestrada durante um roubo FOTO: Gisela Caridade

Em pouco mais de um mês, um grupo de seis brasileiros, que contaram com a ajuda de uma empresária portuguesa, espalhou o terror pela violência dos assaltos. Atacavam as casas com os moradores no interior, sequestravam, ameaçavam, roubavam tudo o que havia de valor. Um dos alvos foi a família de Domingos Paciência, treinador do Sporting de Braga, que ainda hoje não recuperou do trauma. Mudaram de casa, depois do assalto que durou 01h45.

O julgamento começa no Tribunal de Matosinhos na próxima segunda-feira. Cada um dos brasileiros responde por cerca de vinte crimes de roubo, sequestro e furto qualificado. Só a Domingos roubaram 39 mil euros em relógios de luxo, computadores, dinheiro e bijutaria, mas o valor total dos roubos chega aos 200 mil euros. O grupo era liderado por um engenheiro electrotécnico de 30 anos, natural de São Paulo, no Brasil, que residia em Gaia.

O assalto à casa de Domingos Paciência aconteceu a 21 de Janeiro do ano passado. Toda a família foi sequestrada sob ameaça de arma por três dos homens que pertenciam ao grupo. A acusação do Ministério Público, a que o CM teve acesso, dá ainda conta de que Rodrigo Cordeiro, de 23 anos, Elton Fontes, de 32, e Esio Verona, de 24, vigiaram a casa do treinador até que a mulher e os filhos ficassem sozinhos. Esperaram pela chegada da empregada, que foi obrigada a prender os cães e a chamar a mulher do treinador. Isabel foi depois obrigada a entrar no quarto do filho mais novo, onde os assaltantes retiraram as mochilas que utilizaram para levar relógios e PlayStations.

O MP garante ainda que os homens tentaram abrir o cofre do treinador de futebol, mas como não conseguiram, a frustração levou-os a trancar a mulher e os três filhos, de 8, 14 e 17 anos, dentro de uma casa de banho. Fugiram no Mercedes Classe R do treinador, que abandonaram depois na cidade do Porto.

RECRUTADOS NO BRASIL PARA ASSALTAR CASAS

Cassio de Souza, o engenheiro acusado de planear os assaltos, recrutou os membros do grupo no Brasil.

O MP de Matosinhos garante que Souza organizou a viagem dos cinco homens, suportando as despesas dos cúmplices, já condenados por furtos e roubos no Brasil, que sabia capazes de cometer as maiores atrocidades por sua conta.

A acusação também diz que logo após ter cometido o maior número de roubos possíveis, os homens seriam reencaminhados para o Brasil. Todos esses alegados executantes estavam em situação ilegal em Portugal. Apenas Souza tinha um cartão de residência emitido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras do Porto.

Ainda de acordo com o MP de Matosinhos, Souza pagava a alimentação e alojamento em hotéis a todos os membros do grupo.

TRIBUNAL COM FORTES MEDIDAS DE SEGURANÇA

O julgamento que está agendado para a próxima segunda-feira deverá acontecer sobre fortes medidas de segurança.

Já na altura do desmantelamento do grupo, no último dia de Janeiro do ano passado, a PJ cortou o trânsito da rua Gonçalo Cristóvão, numa aparatosa operação. Nesta rua do coração do Porto, três homens foram detidos, enquanto os outros eram capturados, em simultâneo, em Santa Maria da Feira, no Hotel Ibis, onde estavam hospedados. Os suspeitos estavam na posse de várias armas e objectos roubados nas residências que tinham sido assaltadas dias antes.

PORMENORES

RESIDÊNCIAS DE LUXO

O grupo era especializado em assaltos às residências de luxo do Grande Porto.

ARMAS

As armas que foram utilizadas pelo grupo terão sido fornecidas pela empresária portuguesa.

VIGIAVAM CASAS

Faziam vigilâncias destinadas a perceber os hábitos e horários dos proprietários.

VEÍCULOS ALUGADOS

Trocavam de carros semanalmente para evitar suspeitas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)