Barra Cofina

Correio da Manhã

Exclusivos
3

Encontrada viva em decomposição

Mulher de 63 anos está acamada há quatro meses e já tinha gangrena nas pernas.
6 de Junho de 2010 às 00:30
Alerta da situação foi dado pelos vizinhos da vítima que vive na praceta D. Fernando II, no Cacém
Alerta da situação foi dado pelos vizinhos da vítima que vive na praceta D. Fernando II, no Cacém FOTO: Mariline Alves

Uma mulher de 63 anos, acamada há cerca de quatro meses, foi encontrada em casa com alguns membros em decomposição mas ainda viva, anteontem ao final da tarde, na praceta D. Fernando II, no Cacém, concelho de Sintra. Está internada nos Cuidados Intensivos do Hospital Amadora-Sintra.

O alerta às autoridades foi dado por vizinhos que se aperceberam do cheiro intenso no corredor do prédio. Um delegado de saúde chegou mesmo a estar no local horas antes para comprovar a situação e chamou os Bombeiros, INEM e a PSP. Ao que o CM apurou, a mulher tinha gangrena nas pernas e nas costas, uma vez que durante todo o tempo esteve na mesma posição e sem quaisquer cuidados de higiene.

A vítima vive com um filho, de 19 anos, que sofre de perturbações mentais.

A família era apoiada pela Segurança Social, que lhes levava as refeições. A mulher tem ainda uma filha, que já não vive na habitação. 'Eles viviam aí abandonados e ninguém fez nada para melhorar a situação', disse uma vizinha. O caso já foi entregue ao Ministério Público. A filha da mulher agora encontrada e Segurança Social podem responder por ofensas à integridade física por negligência.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)